quinta-feira, 11 de setembro de 2014

OSCAR ALTERNATIVO: Melhor Atriz Principal - 1932







Kay Francis
Ladrão de Alcova
(Trouble In Paradise)
★★★½

Visão Geral: Posso estar sozinho nesta, mas eu prefiro a performance de Kay Francis em Ladrão de Alcova a de Miriam Hopkins. É verdade que Hopkins tem o melhor papel, as melhores falas e os melhores momentos para brilhar, mas como de costume seu exagero a impediu de me conquistar inteiramente. Enquanto isso, em um papel mais contido, Kay Francis, com toda sutileza do mundo, arrasa. Até a sua aparição no filme, a impressão é de que Ladrão de Alcova optava por um humor mais escandaloso, mas Francis consegue dar um pouco de sofisticação a esta comédia e rouba a cena. E como cereja do bolo, Francis consegue dar profundidade a sua personagem na sequência final, que é genial, como tudo que Ernst Lubitsch fazia.

domingo, 7 de setembro de 2014

OSCAR ALTERNATIVO: Melhor Atriz Principal - 1981






Fanny Ardant
A Mulher ao Lado
(La Femme d'à côté / The Woman Next Door)
★ ★ ★ ★ 

Visão Geral: A Mulher ao Lado foi o último grande filme do cultuado diretor francês François Truffaut e que trazia Gerard Depardieu e Fanny Ardant como amantes. Os atores, que estavam no auge de suas belezas, vivem um casal que a princípio não parece ter muita química, mas em que ambos são capazes de criar uma relação conflituosa através disso. Ardant desenha sua mulher adúltera de maneira muito sutil, usando principalmente os olhos para explicar os motivos de sua personagem. Mas Ardant também consegue passear pelo lado mais dramático de sua personagem que culmina em uma cena em que ela se joga no jardim e começa a gritar desesperadamente. Uma cena que poderia não se encaixar no perfil da personagem, mas que Ardant e Truffaut fazem soar completamente plausível.